segunda-feira, 29 de julho de 2013

Usuários da Internet poderão acionar bomba nuclear - Notícias - Mundo insólito - Voz da Rússia


Usuários da Internet poderão acionar bomba nuclear - Notícias - Mundo insólito - Voz da Rússia

Na Internet, apareceu um site que permite modelar um bombardeamento nuclear e ver suas consequências nos mapas via satélite do Google
A aplicação web mostra convincentemente a potência da explosão e as consequências do emprego de uma ou outra bomba.
O simulador do “botão vermelho” chama-se NukeMap3D e, para poder funcionar, precisa de ser instalado no navegador o plugin Google Earth.

O usuário pode escolher o local da explosão, a potência da bomba (no anexo há uma lista de projéteis realmente existentes) e carregar no botão, para ver a área do território afetado. O NukeMap3D calcula também o número aproximado de vítimas e feridos, informa Vesti.Ru.
 O leque de bombas é enorme: desde as relativamente fracas até à AN602 soviética, de 71 megatons, batizada de “Tsar Bomba”, desenvolvida nos inícios da década de 1960 e testada na ilha de Nova Zemlia. A escala das destruições causadas por tais “monstros”, assombra. É melhor acionar o simulador escolhendo o local e o ponto de observação. Só assim poder-se-á imaginar a força de tais armas.
Leia mais: http://portuguese.ruvr.ru/news/2013_07_28/Bombardeamento-nuclear-ja-acessivel-para-cada-utente-da-Internet-1802/


Sem comentários:

Enviar um comentário